O aumento insano do custo em jogos!
Rukongai


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 1 de 1]

1 O aumento insano do custo em jogos! em 2/12/2012, 5:50 pm

Black Mask

Black Mask
Nível de Quinta Espada
Nível de Quinta Espada

Já que todos estão comentando a THQ eu vou trazer uma matéria de outro fórum que eu frequento:

http://framebuffer.com.br/forum/showthread.php?tid=103890

Basicamente, hojê as empresas de games gastam tão quão ou mais que os filmes de Holywood para fazerem seus jogos e acabam precisando de um número absurdo de vendas para chegar ao ponto de equilíbrio.

Gustavo_Abarai

Gustavo_Abarai
Nível de Cuarta Espada
Nível de Cuarta Espada

Eu SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE pego o Jack Sparrow e se valer a pena, compro o jogo depois. Cansei de gastar quase mais de 100 pilitas em jogo pra o bicho ser uma merda. Tive 3 péssimas experiências e me vacinei.

E tem que pensar que basta um acerto pra que esse prejuízo seja sanado. Quem junta milhões pra fazer um jogo tem dinheiro suficiente pra segurar a onda até lançar algo foda. Ai sai um Assassin's Creed, um Mass Effect, um Uncharted, um FIFA, um Call of Duty, Halo, Gears of War da vida e a coisa melhora radicalmente. Porra, sei lá, é muito jogo que vale a pena comprar e ai o dindin aumenta.

Outro ponto extremamente importante é o seguinte: os preços no Brasil são muito diferentes dos preços europeus, por exemplo. Setenta e cinco por cento de carga tributária aqui no Brasil. É coisa demais, amigo.

Ryuusuke

Ryuusuke
Membro da Guarda Real
Stray Dog
Membro da Guarda Real Stray Dog

Eu não tenho nenhuma vergonha de dizer que eu uso pirataria. Os impostos no Brasil são descabidos e a sociedade tem que aprender que o boicote é a única forma de responder ao poder das grandes empresas. Asseguro a vocês que se os poderosos perdessem tanto dinheiro assim com a pirataria, o governo já teria reduzido essa carga tributária ridícula, que rotula video-game como "jogo de azar".

Se eu tivesse a condição de comprar os jogos pelo presso absurdo deles, eu até compraria. Mas não é o caso, então os "genéricos" me servem até lá.


_________________

Ukitake

Ukitake
Nível de Primera Espada
Nível de Primera Espada

A indústria dos games só não pode sofrer do mesmo que a de Hollywood e só apostar em franquias, sequências. Uma matéria legal da SUPER desse mês fala disso. E podemos aplicar isso para os VGs também.

O que é mais seguro, apostar num jogo novo, independente de outros, ou continuar uma franquia estabelecida? A segunda, óbvio. Então, com esse preço alto para fazer jogos, deve ficar cada vez mais comum só ver franquias de sucesso tendo jogos lançados mesmo. A criatividade (e os cojones) para criar jogos novos e originais pode acabar diminuindo drasticamente com o tempo.

E isso não é só "culpa" dos desenvolvedores. Da mesma forma que às vezes é melhor esperar um filme estar disponível em torrent do que ver em cinema, às vezes é melhor não comprar o jogo. Isso por causa da insegurança do jogador/espectador. Ninguém quer comprar um jogo/ingresso para um filme para sentir que jogou dinheiro no lixo. E empresas não querem ter que gastar milhões com um jogo/filme que não sabem que fará sucesso.

Sandro'

Sandro'
Nível de Décima Espada
Nível de Décima Espada

Realmente, ninguém prefere o pirata, acho que qualquer um que pudesse gastar em um original é óbvio que iria preferir. Mas é um absurdo ver jogo sendo vendido a 200 reais.. Isso só piora a cada geração, antes era levar 20 reais na feira de domingo e sair com 2, 3 jogos. Você testava, gostava de 1 e o resto deixava pra lá.. Apesar da pirataria, até a divulgação do jogo era melhor. Sério, quem vai pagar caro em um jogo indie? Uma aposta? Não duvido que a cada dia tenham ideias inovadoras para jogos que no fim nunca vão ser lançados com medo de que o gasto seja maior do que o lucro. Eles combatem pirataria com opressão, quando na verdade só precisamos que eles baixem o preço dos jogos originais. Franquias de sucesso poderiam ter seu preço um pouco mais elevado, nada absurdo mas que isso fosse um incentivo a novas apostas.
Eu por exemplo fico limitado hoje em dia, tenho um PS3, não tenho dinheiro pra ficar gastando toda hora em jogo.. Não desbloqueio porque gosto de jogar online, mas e aí? Fico sem ter 3/4 dos jogos que eu gostaria. Preciso esperar os preços baixarem para o mínimo possível e ainda sim pagar chorando..

Ukitake

Ukitake
Nível de Primera Espada
Nível de Primera Espada

A questão é saber as projeções que podem ser feitas para um lançamento de um jogo. Vou me colocar num contexto americano:

Você pode comprar AC3 por 60 dólares. Um número X de pessoas vai comprar o jogo. Será que se o preço fosse de 30 dólares, 2X pessoas comprariam? Não tenho certeza. O mesmo vale para jogos mais independentes e "arriscados". Y pessoas comprando por 40 dólares implica que 4Y/2Y comprariam caso custasse 10/20?

Vou ler o artigo ainda, mas fiquei pensando à respeito. Talvez depois eu comente mais sobre o assunto.

Clamp

Clamp
Moderador
Moderador

Jogos de console são muito caros mesmo. Agora jogos de PC já estão mais atrativos. Principalmente os digitais que são vendidos pelo steam.

Lançamentos a 49,99 e os COD a 59,99. Os users do forum de jogos que freqüento, adrenaline, tem me maioria jogos originais. Muito disso ocorre na época das promoções do site. Como as que ocorrem no Natal por exemplo.

Eu não consigo mais jogar pirata. Não que ache os valores os melhores, mas eu acabo tirando umas economias e quando posso compro o jogo.

Sandro'

Sandro'
Nível de Décima Espada
Nível de Décima Espada

Mas eu acho que o mais em conta é ter um console do que ficar atualizando um PC pra rodar os jogos mais recentes. Eu mesmo só consegui um PC que rodasse coisas mais recentes esse ano. Fui colocar o AC Revelations e não ficou 100% teria que gastar mais ainda pra jogar algo que eu queria faz tempo. Acho que pra quem não esquenta de jogar online, um 360 ou PS3 desbloqueado é a melhor pedida. Mas é dificil pra quem não tem renda ou ganha sei lá.. 2 salários por mês tirar dinheiro pra comprar jogo né.. Mas é verdade que a Steam tem sido muito boa, direto ela vende pacotes com as séries ou DLCs com um preço muito melhor do que fosse comprar 1 único jogo físico. Eu só não acho certo o preço dos jogos aumentar.. Se fosse pra mudar, que diminuisse :/

Menos Grande

Menos Grande
Shinigami dos Bolinhos
Shinigami dos Bolinhos

Ryuusuke escreveu:(...) Asseguro a vocês que se os poderosos perdessem tanto dinheiro assim com a pirataria, o governo já teria reduzido essa carga tributária ridícula, que rotula video-game como "jogo de azar".
(...)
Na verdade o governo está cagando e andando se nós jogamos video games, veja bem Video Games são um mercado de luxo, e de vício. Virtualmente não existe lucro nenhum no Brasil na venda de video games, afinal quase nenhum é produzido (era) aqui, qualquer lucro de video games vai para fora... você pode falar "Mas e os impostos?", Ok eles lucram absurdamente neles (lembram do preço lendário do Ps3 de 9999 reais?), porém isso é insustentável.. para o governo que não está produzindo o jogo eles podem ganhar 20% ou 500% que não importa.. é um lucro! Porém, para o governo se toda a industria de video games falir, ou prosperar não faz diferença! Nós simplesmente vamos gastar nosso dinheiro em outra mídia, que será taxada e assim o governo ainda vai ganhar dinheiro.

O que as produtoras tem que fazer é se adequar (em países como o Brasil, com alta população e com um bom mercado, que ainda não foi explorado), e se mudar para "Zonas francas" como Manaus, ai eles vão contratar pessoas no Brasil.. e a partir desse momento o governo começa a se preocupar em manter o mercado de video-games, não antes! São as produtoras que precisam de ajuda do governo, e não o contrário, então é lógico que elas devem dar o primeiro passo.

Vou mais além! Mesmo agora algumas produtoras e consoles se mudando para o Brasil ( Ubisoft, Microsoft, Nintendo, Sony aprovou a construção do Ps3.. mas ainda sem data), eles deviam fazer o mesmo com um país da américa espanhola, provavelmente no méxico/argentina/chile, criar um centro de distribuição e quando produzirem localmente poderão exportar por toda america latina através do mercosul.

Minha posição é.. O Brasil está cagando e andando para meus jogos, eu também cago e ando para os impostos ;(! Admito que compro jogos em sites americanos como o Cduniverse por 20 dolares e eles ficam sem imposto mesmo.. se algum dia a alfândega pegar eu terei que pagar lógico, mas isso é difícil já que a embalagem de jogos e livros é semelhante (e livros não pagam impostos).
Também compro jogos no Brasil quando consigo um preço bom (em jogos antigos) por 50-99 reais ainda pago.. acima disso eu prefiro comprar fora afinal 58 dolares é um jogo recém lançado, e o preço pode cair até 17 doláres dependendo do tempo.. eu não me preocupo em esperar para jogar, tem vários jogos ainda na fila.


Sobre as companhias de video games e a próxima geração.. acho que o nível dos gráficos atuais está bom demais, os limites deles só são notados em duas situações .. no modelo sandbox(mundo aberto) em que você tem que ver distâncias altíssimas com muitos objetos, acaba que as coisas ao longe ficam desfocadas para o jogo conseguir processar isso, fora isso o que mais precisa melhorar é o framerate para diminuir o tempo para carregar jogos.. não acredito que as tvs vão crescer de novo por um bom tempo! Então mesmo pensando em computadores (com processadores menores) por possuírem telas pequenas não necessitam de taaanta definição assim.

Sobre a posição da Nintendo com o WiiU discordo em parte do artigo, claro que a princípio parece uma ótima ideia a estratégia da Nintendo, jogos baratos com controles que atraem novas pessoas aos video games... mesmo o Wii tendo vendido mais que o Xbox e Ps3 (não sei dizer o lucro, afinal o Wii custa menos que os outros dois), ele vendeu por que procurou um mercado novo foi uma ideia boa? Foi! Atraiu os jogadores casuais, e várias pessoas que não eram jogadoras, como jogadores de facebook, meninas e pessoas mais velhas.. porém eles ainda não conseguiram o nicho clássico dos video games o "Hardcore", ou seja o Wii a nintendo "Jogou a toalha" e foi para outro mercado.. tanto é verdade que eles estão tentando correr atrás agora com o WiiU por que eles lucraram em um mercado, mas perderam em outro.

Outro problema do Wii é que com sua simplicidade ele acabou fomentando novos rivais (fugiu do Xbox e Ps3 e ganhou novos) os novos rivais do Wii são: tablets, celulares, video games portáteis e pcs simples.. ou seja na próxima geração vamos ter que ver como eles vão lidar com esses novos rivais.. ainda pode ser que eles percam, não para o Ps3 ou Xbox, mas para o Ipad.



Agora.. minha visão de como deveria ser a próxima geração, e um pitaco de ONDE ERROU O WIIU (falo dele já que ainda não saiu o Ps4 ou Xbox 720, mas pode ser que errem também).
1)O sistema de blu-rays não vai se sustentar por muito tempo.. não para os jogos "fracos" ao menos... Assassin's Creed, god of war etc.. podem manter assim por garantirem resultados, jogos independentes, ou simplesmente sem público vão adotar uma nova alternativa: Jogos baixados.

2) Jogos baixados já estão em alta hoje em dia, tanto em consoles (LIVE! PSN! WiiVerse!) quanto nos pcs (Steam), eles possuem a vantagem colossal do custo zero de distribuição! Uma vez o jogo pronto ele só precisará ser uppado uma vez e depois baixado diversas vezes.. ou seja é como se eles fizessem 1 jogo e todo mundo comprasse a mesma cópia.. lucro muito maior do que ter que criar um mídia por jogador.
3) jogos baixados também impedem a formação de um mercado que é gigante hoje em dia o mercado de jogos usados, esse mercado é uma maravilha para nós gamers, e principalmente para grandes lojas como a gamestop (eles vendem o mesmo jogo diversas vezes, e a pessoa vende de volta para eles para que eles vendam outra vez).. não é bom para as produtoras que logicamente só foram pagas uma vez.

4) Jogos "nas nuvens", com a popularização de internet de banda larga algumas pessoas poderão escolher vincular o game a sua conta (PSN, live, WiiVerse) e jogar em qualquer lugar logado, tendo o jogo "enviado por stream" assim como se tivesse assistindo um vídeo online... isso será bom para jogos mais simples também como sonic e mário.. porém difícil para jogos mais pesados.

5) A internet é pouco regulamentada, então basicamente qualquer lucro "Online" é isento de impostos (Claro eles pagam localmente, mas não mundialmente), isso permite um lucro ainda maior.


Ai chega onde o WiiU errou! o WiiU não é o Wii, então o mercado dele não será mais o de tablets e celulares, mas sim o de video games! Eles lançaram um video game como um espaço Muuuito pequeno! 8 gigas no básico 32 gigas no premium.. a menos que eles lancem versões mais novas com no mínimo 160 g será insustentável o video game baixar jogos inteiros! Num video demonstrativo do WiiU eles admitiram que a versão básica não aguentaria sequer 1 jogo inteiro baixado! Eles então forçam você a comprar um Hd externo sem condições, ou seja eles estão mascarando o preço real do WiiU, já que você vai precisar de um Hd externo seja qual for seu modelo de uma maneira ou de outra.
Esse também é um problema legal, não sei como é em todos os países, mas pelo menos no Brasil esse sistema de venda casada é ilegal ! Você não pode vender um produto já vendo que ele por si só não funciona e você tem que comprar um terceiro para que ele funcione como foi feito na propaganda.. acredito que outros países também tenham leis semelhantes, se as pessoas se movessem para processar a nintendo ela poderia ter que enterrar o console antes mesmo dele prosperar.


Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum