Soul Sacrifice Delta
Rukongai


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se



Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 1 de 1]

1 Soul Sacrifice Delta em 31/10/2014, 2:45 pm

avatar

Menos Grande
Shinigami dos Bolinhos
Shinigami dos Bolinhos

Pensei que tinha criado um tópico sobre isso, mas ao procurar não encontrei nada! É um jogo de Ps vita! Expansão do "Soul Sacrifice" (que até pouco tempo estava de graça na PLUS).
Várias novas coisas foram implementadas escolha de facção, novas magias, novos personagens, novos monstros, novos menus, bazar, uma região para suas magias Ars Magica Totalis, e um conteúdo extra de centenas de horas. Caso tenha o primeiro é possível importar seu SAVE, caso não é bom considerar começar direto dessa versão "definitiva", já que tudo que tinha no primeiro tem nesse. Infelizmente só tem para vender na PSN, você pode importar uma versão asiática que está em inglês (como fiz), mas terá dificuldades em acessar a parte online do jogo!
"Soul Sacrifice decorre num mundo no qual os feiticeiros representam uma parte importante da sociedade. Caçam monstros que ameaçam as povoações e são os responsáveis por caçar todos os humanos que se transformaram em monstros. Existem animais que foram transformados em monstros e existem humanos, e até feiticeiros, que se transformaram devido a situações específicas da sua vida. Nós vamos assumir o papel de uma pobre alma que está prestes a morrer e tenta a todo o custo evitar esse desfecho.
Para tal em muito contribui Necrom, um livro que fala e cujas histórias nele escritas vamos viver. Durante o processo vamos aprender tudo o que fazemos para podermos lutar pela nossa vida e assim conhecer uma fábula distorcida que em muito debate o ser humano e os seus principais pecados, desde cobiça, inveja, ou ganância. Mais do que a própria história em si, o que mais fascina aqui é a forma como é contada. Com vozes arrepiantes e tons desconfortáveis, com temáticas sempre a explorar a condição humana e a dualidade comportamental sobre o sacrifício ou não de almas corrompidas"

Fonte: Eurogamer

É um RPG pesado e divertido, sua Lore é muito interessante e vale ser discutida! Uma pena que ninguém tem o VITA e essa jóia ficará perdida



Sobre Soul Sacrifice...:

Isso de salvar ou sacrificar é relativo em vários aspectos no Lore do jogo (não que vá fazer diferença para o jogador ou gameplay.. infelizmente queria mecânica de virar monstro.. parece que no BLOODBORNE finalmente teremos isso).
Basicamente quando você encontra um monstro (seja ele um bicho ou uma pessoa), você tem a opção de sacrificar ou salvar. Uma pessoa que se tornou um monstro tem uma chance de 50% de voltar a ser monstro no futuro, como apenas feiticeiros lutam contra monstros eles adotaram a política de sacrificar TUDO , e para firmar seu compromisso em sair sacrificando você é forçado a sacrificar seu companheiro para entrar em Avalon.
O problema é que mesmo sacrificando essas pessoas causar um aumento da sua magia (e você herda certas capacidades delas aleatórias), existe um grande ônus. As almas sacrificadas começam a viver dentro do seu braço, eventualmente o fardo será tão grande que você também vira um monstro, por isso Avalon tem magos prontos apenas para matar outros magos que vão virar monstros ou que quebraram o código (salvou gente demais).

No outro extremo tem o Sanctuarium que tem a politica de salvar todo mundo, ao salvar todo mundo você aumenta sua vida/resistência. E teoricamente você pode viver salvando as pessoas ad infinitum já que nenhuma alma vai entrar no seu braço, e você pode viver sabendo que vai gerar mais "bem" do que mal, ainda que metade das pessoas que você salve volte a ser monstros e você terá que viver com a culpa dos que morreram por culpa dele. Ou seja é um comportamento mais saudável ser Sanctuarium, e paralelamente um pouco egoista já que você também está prezando por sua sanidade mental. Outra coisa trabalhar em conjunto com outros feiticeiros é saudável para ter mais chances contra os monstros, só que ao mesmo tempo quando a coisa aperta nada impede que seu companheiro lhe sacrifique para matar a fera ç.ç.. então tem que ter os olhos na nuca!

As duas facções se seguidas 100% geram problemas para o mundo, mas é interessante a necessidade do "Sanctuarium". Quando Magusar ficou malucão cheio do poder e saiu sacrificando toda a população e criando monstros lacaios, a atitude do Sanctuarium foi o que permitiu que existisse uma parcela da população viva! Se a maioria das pessoas virou monstro salvar todo mundo garante a continuidade da espécie >(! PLOT TWIST! No Delta você descobre que você o "Feiticeiro sem nome", na verdade é FILHO da líder do Sanctuarium.. várias pistas são dadas quando você está "fora das missões" seu braço é divino, e depois de jogar você desbloqueia seu nome e descobre a verdade.

É interessante por que mesmo em Avalon tem muita gente decente como o Perserpius (o líder de Avalon, e portador do Ars Magica Totalis, todas as magias e conhecimentos dos feiticeiros). Ele é um cara batuta que vive enclausurado! Isso por que toda sua memória é dedicada a guardar informações relevantes a um nível além do humano, caso ele aprenda qualquer coisa nova ele esquece outra coisa.. em certo ponto da história ele se oferece em sacrifício para que nos adquirirmos o Ars magica totalis e tenhamos uma chance de escapar do destino , basicamente ele passa uma mensagem de esperança mesmo com toda merda que vivemos e como nossa batalha se torna o bastião de esperança das próximas gerações. Tem gente escrota também que sai sacrificando como psicopata, mas geralmente a maioria dos magos tem suas razões de ser.


Eu já me organizei moralmente nesse jogo depois de tanto playtrough, e exceto quando estou jogando para ganhar pontos de facção, minha posição é "sacrificar todos os animais" e "salvar humanos", isso por que não acho que tenho direito de julgar a vida das pessoas.. claro que em situações pontuais se torna necessário sacrificar pessoas também, existem monstros reincidentes e situações de vida ou morte, algumas vezes quando a morte era inevitável o ato de sacrificar pessoas amadas siginificava que elas ficariam juntas para sempre o que em si é poético.


----



Tudo isso nos leva ao CÁLICE SAGRADO!

No jogo, assim como em FATE , o cálice sai concedendo desejo a pessoas (sendo elas feiticeiros ou não.. basicamente existem duas "raças" humanas descendentes que louvaram o deus Romulus e o deus dos Druidas).. as consequências geralmente são grandes por que você tem que pagar um preço condizente para ter seu desejo atendido.. porém nem todo mundo que faz desejos para o cálice viram monstros, apenas aqueles que se perdem de ganância.. geralmente o "Primeiro pedido", não lhe transforma em nada e claro você as vezes paga um preço com seu corpo. Mas o ato de desejar sem parar é que faz com que monstros surjam. Muitas maravilhas do mundo só são possíveis por que as pessoas fizeram algum pedido necessário sem virar monstros, ou até virando! Mesmo o nosso mundo só existe por que um feiticeiro sem nome fez o sacrificio.
Um monstro salvo automaticamente vira um "feiticeiro", sendo ele originalmente feiticeiro ou romulano. Eles são conhecidos como "Unclean" e sofrem preconceitos em quase todos os lugares.


Tem várias outras discussões da "reclusão eterna" a birra dos deuses gêmeos entre outras coisas interessantes , mas acho que a lição que fica é que é possível alcançar qualquer coisa estando disposto a sacrificar algo, e a questão é saber o que deve ser salvo e o que deve ser sacrificado.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum